Carlos Negreiros

Fotos e livros
Instagram

O Oceano no Fim do Caminho - Neil Gaiman

A pouca experiência que tenho com Gaiman me fez resistir durante um tempo ao O Oceano no Fim do Caminho. Apesar de vir de uma leitura recente e ótima de Coraline, sempre que encontrava O Oceano em uma livraria online ou site de leitura sentia uma leve preguiça. As sinopses e resenhas sempre faziam com que o livro parecesse bagunçado e até entediante. Hoje eu entendo o porque. Nenhuma das sinopses ou resenhas consegue definir esse livro incrível. Esta provavelmente também não conseguirá. 

À princípio, O oceano é um livro estranho, cheio de lembranças bem e mal definidas ao mesmo tempo. Quando percebi que se tratava de um conto de fadas a estranheza aumentou mas aí, as coisas começam a se encaixar, começam a quase fazer sentido (“quase” porque pouca coisa faz sentido e aí reside um dos grandes atrativos da obra), e percebemos o quão belo pode ser um conto de fadas sombrio. 

Sombrio. Esta é a palavra para definir o livro. Desde a descrição dos lugares e personagens até a própria narrativa em si. Narrativa esta que fisga o leitor não pela ação e eletricidade mas sim pela sensibilidade e um fluxo de consciência curioso, bonito e inocente. Talvez eu esteja me arriscando, mas eu diria que se trata de um gótico moderno, já que todos os elementos do gótico estão lá, principalmente a melancolia, um melancolia sem ser necessariamente reflexo de tristezas mas ainda assim uma melancolia.

A história é toda contada sob o ponto de vista de um homem que resolve, depois de estabilizado e bem sucedido, voltar ao lugar de sua infância para fazer uma visita, e aí é inundado por lembranças de quando era menino e de uma aventura que mudou quem ele era para sempre. O livro narra exatamente esta aventura: de quando seus pais decidiram alugar o quarto no alto da escada, dentro de sua própria casa para ajudar na renda da família.

Tudo começa quando um minerador de opalas sul-africano, inquilino dos pais do menino, que alugava o quarto (que antes era do garoto) rouba o carro da família e comete suicídio dentro do próprio veículo. Este evento desperta forças sobrenaturais antiquíssimas que nunca deveriam ser perturbadas. Um ser mau e controlador que deseja permanecer neste mundo. O garoto de sete anos é o único que percebe este fato. Os adultos são completamente alheios ao que acontece e sem perceber se envolvem nas artimanhas da criatura meio demônio meio bruxa que assume a forma de uma governanta. A ajuda vem de três mulheres, três gerações de uma família, aparentemente sem homens que moram na fazenda vizinha e que são extremamente misteriosas, que compreendem o que se passa com serenidade e falam das coisas como se tivessem vindo de outra dimensão.

Não é um livro para crianças nem para adolescentes. É assustador, angustiante, forte e belo. Carismático e envolvente ao ponto de ser lido em apenas um dia.

O Oceano No Fim Do Caminho - Neil Gaiman, Editora Intrínseca

Amazon Kindle Store: R$ 13,41